A SPG lamenta a partida da Drª Catarina Graça Rodrigues

É com profunda tristeza que a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia comunica que a Catarina Rodrigues nos deixou.

Deixou-nos muito cedo, de forma muito injusta.

Do meu ponto de vista pessoal, conheci melhor a Catarina através da organização da Semana Digestiva 2020. Relembro um critério muito simples para a ter integrado na gestão do GastroDigest: “muito competente, muito simpática, muito positiva”. Acrescento a eficiência, a disponibilidade total, a generosidade e espírito de equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

No pouco tempo de Vida que nos deu, deixa de certo marcas em quem com ela privou.

Os nossos votos de pesar à Família, aos Muitos Amigos, Clube Português do Pâncreas e colegas do Serviço de Gastrenterologia do Hospital Fernando da Fonseca.

Estamos convosco neste momento demasiado triste.

Rui Tato Marinho
Presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia

Hoje a Gastrenterologia Portuguesa ficou mais pobre, perdemos uma querida colega e amiga, a Drª. Catarina Rodrigues que adoeceu subitamente dia 26 de maio com uma Linfoma de células T que acabaria por a levar. Fiz exame de saída de Especialidade à Catarina no primeiro ano de abertura do Hospital Beatriz Ângelo, e era impossível não ficar contagiado pela simpatia, sabedoria e ao mesmo tempo simplicidade com que a Catarina expunha as suas ideias. Foi depois convidada pelo Dr. David Serra para integrar o Serviço de Gastrenterologia do Hospital da Luz e foi aí que tive oportunidade de trabalhar mais de perto com a Catarina. Recordo-a como uma pessoa muito bem formada, respeitadora, com uma formação médica muito sólida, com uma postura assertiva mas também como uma pessoa doce, alegre e cheia de vida! No Hospital da Luz de Lisboa, para além de exames e consultas, participava ativamente nas reuniões Multidisciplinares de Oncologia Digestiva. Chegava sempre a correr do Hospital Fernando da Fonseca onde trabalhava e onde fez toda a sua formação, mas fazia questão de participar sempre que possível, tornando-se um elemento imprescindível nestas reuniões. No dia 26 de maio teve a preocupação de me enviar um Whatsapp dizendo que não poderia ir à Reunião porque tinha sido internada mas tudo havia de correr bem e ela iria dando notícias… Fazia também parte da Comissão Organizadora da Semana Digestiva 2020 e mais uma vez a recordamos com uma colaboradora entusiasta, disponível e construtiva. As reuniões ocorriam regra geral à 2ª. feira às 21h, dia de urgência da Catarina no HFF, e às 21:30h lá chegava a Catarina vinda diretamente do HFF, de mais umas Endoscopias de Urgência. Sentava-se, encomendava um Sushi e imediatamente se integrava na reunião dizendo o que o grupo de EUS havia planeado, programado, sempre com aquele sorriso e aquele brilhozinho nos olhos, tão cativante para todos. Mais recentemente foi convidada a integrar a Comissão de Doença Inflamatória da SPG. Como sempre, não dizia que não e, como sempre, empenhava-se de forma ativa, construtiva, cultivando sempre uma postura conciliadora.

Para além do trabalho onde um futuro promissor a esperava, a Catarina falava-me frequentemente da família, dos filhos agora em casa durante o confinamento, do Nuno agora em teletrabalho, das irmãs … Via-se e sentia-se que também era muito feliz na vida familiar.

Catarina foi um privilégio trabalhar contigo, conhecer-te, obrigada por tudo.

À Família da Catarina as nossas sentidas condolências desta Família a quem a Catarina tanto deu. Era de facto uma excelente pessoa, colega e amiga. Bem haja Catarina. Saudade.

Marília Cravo
Vice-Presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia
2 de julho de 2020