Imprensa

Dia Mundial das Hepatites | TVI

Desde 2015, já foram autorizados mais de 27 mil tratamentos para a hepatite C. Os medicamentos inovadores para o tratamento deste hepatite C trouxeram nos últimos anos, esperança de vida a variadíssimos doentes, numa altura em que todas as atenções estão voltadas para COVID-19. Veja aqui a notícia da TVI.

Consultar

Dia Mundial das Hepatites | SIC Notícias

A hepatite B ou C afeta cerca de 4% da população mundial, a grande maioria dos doentes desconhece que está infetado. A Organização Mundial da Saúde assinala hoje o Dia Mundial das hepatites, uma data à qual também se associa a Sociedade de Gastrenterologia. Assista aqui à entrevista do Prof. Doutor Guilherme Macedo na SIC Notícias.

Consultar

Dia Mundial das Hepatites | RTP

Mais de 10 mil portugueses com hepatite conseguiram ficar curados nos últimos 3 anos. Medicamentos inovadores garantem uma eficácia de 96% no tratamento. Veja aqui a entrevista do Prof. Doutor Rui Marinho na RTP.

Consultar

Debate Dia Mundial das Hepatites | Facebook do Expresso

Hepatite. “A pandemia criou obstáculos adicionais” no acesso aos cuidados de saúde. A garantia é dada por Guilherme Macedo, presidente eleito da Organização Mundial de Gastroenterologia e vice-presidente da SPG, e merece concordância por parte das associações de doentes. Em discussão no debate “Dia Mundial das Hepatites”, a 28 de julho, estarão temas como as estratégias para ultrapassar este desafio.

Não perca, a conversa, transmitida em direto no dia 28, a partir das 11h, no Facebook do

Expresso. Leia a notícia na integra aqui.
Consultar

COVID-19 e aparelho digestivo

O Prof. Doutor Rui Tato Marinho, presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia foi entrevistado pelo My Gastrenterologia e para além de identificar os sintomas desta nova doença associados ao aparelho digestivo, faz um alerta aos efeitos nefastos da crise pandémica nos cuidados de saúde, principalmente no foro gastrenterológico. Leia aqui entrevista na íntegra.

Consultar

Entrevista à SIC Notícias

Em entrevista à SIC Notícias, o Presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia.
admite que “pode haver uma certa confusão à volta de conceitos, da realidade científica” no que diz respeito à saúde digestiva. O Professor Rui Tato Marinho confessa, ainda, que os resultados do inquérito realizado pela SPG mostram que “há muito trabalho a fazer na informação”.
Assista à sua intervenção na íntegra aqui
Consultar