Mensagem do Presidente

  • A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia é uma sociedade científica a caminho dos 1000 membros. A grande maioria são especialistas do Aparelho Digestivo. São os gastrenterologistas, por vezes na gíria chamados “O Gastro”. O dito aparelho digestivo engloba um conjunto de órgãos e estruturas, o que ilustra bem a sua complexidade: esófago, estômago, intestino delgado, fígado, vesícula biliar, vias biliares, cólon, recto, hérnia do hiato, duodeno, etc. Um puzzle de órgãos e sistemas.
  • Há quem diga que cerca de 30% da população vai necessitar um dia de ser observado por um gastrenterologista. Mas nós diríamos que serão potencialmente todos os portugueses. Um dos principais cancros em Portugal, o cancro do cólon e reto, é suscetível de prevenção com elevada eficácia através da colonoscopia. De uma forma geral, todos nós devemos ser submetidos a uma colonoscopia a partir dos 50 anos, Os riscos futuros de não o fazermos são elevados.
  • Os factos e os números são de forte impacto social: as doenças do Aparelho Digestivo afetam milhões de portugueses; três das 10 principais causas de morte em Portugal são do Aparelho Digestivo (cólon e reto, fígado, cancro do estômago). Um terço de todos os cancros são do Aparelho Digestivo. São o que chamamos os “Big Five” (esófago, estômago, pâncreas, fígado, cólon e reto) que matam 10 000 portugueses por ano. Dois destes cancros são dos mais mortais com esperança média de vida inferior a um ano. O seu número vai crescer nos próximos anos. E os dois milhões de obstipados crónicos e os 3 milhões com doença de refluxo e 1 milhão com síndroma do intestino irritável?
  • O gastrenterologista tem como missão prestar os melhores cuidados de saúde à população portuguesa, incluindo a informação, prevenção, diagnóstico e tratamento. A gastrenterologia portuguesa engloba de momento excelentes especialistas, muitos deles com cargos a nível internacional (United European Gastroenterology, World Gastroenterology Organisation, European Society of Gastrointestinal Endoscopy  European Association for the Study of the Liver). A nossa revista (GE – Jornal Português de Gastrenterologia) foi recentemente incluída nas bases internacionais de referência onde estão as grandes revistas médicas de todo o Mundo.
  • A nossa visão é praticar uma gastrenterologia da máxima qualidade e segurança e assim sermos úteis à população que confia em nós. Para tal contamos muito com a atividade da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, de momento com uma nova sede e um staff de elevado profissionalismo. Criámos novas Comissões de Prática Gastrenterológica (Prevenção do Cancro do Colon e Reto, Doença Inflamatória Intestinal, Comissão de Qualidade, Comissão Jurídica). Temos cinco seções espacializadas com médicos muito diferenciados em determinadas áreas (Núcleo de Motilidade Digestiva, Grupo de Estudos do Intestino Delgado, Clube Português do Pâncreas, Grupo de Ultrassons em Gastrenterologia).
  • Em suma, queremos fazer mais e melhor, em prol de uma excelente saúde digestiva dos portugueses.

Medicine is a science of uncertainty and an art of probability. Sir William Osler (1849-1919)

Prof. Doutor Rui Tato Marinho

(Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia)